Alimentos que podem causar alergias

Resolvi criar esse post, porque realmente vi a necessidade em alertar as mamães sobre esse assunto, já que por muito tempo vi uma das minhas filhas ter várias diarreias com assaduras terríveis e brotoejas. Dava muita dó!

Eu não sabia de fato o que ocasionava as diarreias, já que o leite não era, pois as diarreias eram bem esporádicas. Damos o mesmo leite há muito tempo.

Comecei a dar alimentos com muita cautela e verificando cada evacuação. Sempre apresento um novo alimento por vez, já que elas só tem 1 ano e 2 meses.

Aí me lembrei que todas as diarreias nos últimos tempos eu havia dado manga pra elas.

Daí também lembrei-me que havia comido couve flor. Nossa que dúvida!

Fui ler na internet sobre alimentos que podem causar alergias. E aí vi que a couve flor está na lista dos menos alergênicos e a manga nos MAIS.

Nossa, dei tanto tempo manga pra ela!!!!

Nunca pude imaginar que manga poderia causar alergia, já que nunca ouvi falar de ninguém, nem pediatras e nem mães que manga poderia causar alergia!

Então, pra tirar a prova, essa semana fiz o teste.

Coitadinha dela, mas tive que tirar a prova!

Dei manga num dia que não havia nenhum outro alimento que poderia causar alergias e que de costume sempre se alimentou.

Resumo: DIARRÉIA daquelas!!!!

A manga entrou pra listra negra da Gabi aqui em casa.

Diversos alimentos podem provocar algum tipo de reação alérgica, onde as reações mais comuns são: urticária, inchaço nas pálpebras e lábios, coceira nos olhos, dores de estômago, diarréia, vômitos, tosse e até mesmo dificuldade de respirar.

Frutas que podem dar alergias

Vejam os alimentos alergênicos, os que mais nos expõem ao serem consumidos são: soja (não pode ser consumida com menos de um ano de idade), ovo (bebês abaixo de um ano somente consumir a gema), peixe, alguns cereais e o leite bovino (só pode ser consumido acima de um ano), e o trigo.

Os muito alergênicos estão algumas frutas (abacaxi, banana, coco, laranja, maçã, manga, morango e pêssego), vegetais como alho, cebola, ervilha, lentilha e tomate, alguns cereais e oleaginosas (aveia, amendoim, avelã, castanha do Pará e nozes). Proteínas de origem animal estão também nesta categoria como o camarão, carne de porco, moluscos, ovos e peixes. Açúcares como cana de açúcar, seus derivados e o chocolate tem grande potencial alergênico. E para finalizar este grupo estão a canela e os corantes sintéticos.

Os frequentemente desenvolvem alergias: abacate, framboesa, melão, pêssego, abricó, acelga, alface, agrião, aipo, berinjela, couve, cebolinha, cenoura, pepino, pimentão, pinhão, amêndoas, arroz, batata doce, batata inglesa, castanha de caju, centeio, cevada, gergelim, milho, trigo, carne bovina, feijão, grão de bico, soja, óleo de algodão, de linhaça e de girassol, azeitona, cravo, mostarda e noz moscada.

Os alimentos que são raramente alergênicos estão as frutas como: ameixa, amora, banana cozida, caqui, figo, fruta do conde, guaraná, goiaba, jabuticaba, limão, maçã cozida, mamão, melancia, pêra e tâmara.

Com menor teor alergênico, a abóbora, alcachofra, aspargo, chicória, chuchu, couve flor, espinafre, palmito, quiabo, rabanete, repolho e salsão cozido. Cereais e tubérculos tipo beterraba, cará, sagu e proteína animal como carne de carneiro, carne de coelho, frango e peru também estão neste time, junto com os óleos de oliva e milho.

Os alimentos classificados como não alergênicos são a carambola, damasco, jaca, maracujá, pitanga, romã, tamarindo, abobrinha, alcaparra, almeirão, brócolis, cenoura cozida, gengibre, tapioca, azeite de dendê, anis, coentro, louro, manjericão, salsa, gelatina e açúcar refinado.

Se caso vc perceba alguma alteração no seu bebê fique em alerta e procure o pediatra.

Espero que tenha ajudado!!!

Um super beijo!!!