Entrevista no Podcast 9 meses depois

Geenteeee,

Hoje saiu nossa entrevista no site 9mesesdepois.com, estou muito feliz e também emocionada em compartilhar de forma mais real e íntegra a história da descoberta da minha Gestação Trigemelar.

O Podcast 9 meses depois é um lugar seguro para discutir a maternagem, compartilhar histórias e relatar as mudanças pelas quais as mamães e papais passam quando decidem se tornar pais.

Produzido e editado por Jaciara Morgado, casada, mãe de uma menina de 3 anos e grávida do segundo filho, ela se surpreendeu como a maternidade pode transformar vidas, mudar objetivos pessoais e redefinir relações.

Fique a vontade para ouvir pelo SoundCloud e pelo ITunes a nossa entrevista e mergulhar nesse site e conhecer outros relatos tão emocionante quanto o nosso!!!

Beijosss da tri mamãe! Espero que gostem!!! 🙂 🙂 😉

Cinta no Pós Parto

Pode ou não usar cinta pós parto? Mais uma vez vou dar dicas para as gravidinhas, já que sei o quanto surgem dúvidas durante e pós a gravidez. E essa foi uma das minhas dúvidas!!!

Pois bem, alguns médicos são contra e outros a favor. Eu comprei e ganhei uma que amei!!!

Eu engordei 14 kg na minha gravidez trigemelar, e acreditem eu tenho 1,61cm, minha barriga ficou gigante, não tinha mais pra onde crescer. Antes de engravidar eu pesava 54.600kg e 3 dias após fui me pesar e já havia perdido 10kg no parto.

Na semana seguinte perdi mais 4kg, e 4 semanas após o parto fui me pesar e para  a minha surpresa eu estava pesando 49kg.

O que me levou a emagrecer tão rápido foram:

  • Dieta que tive que fazer zero lactose, devido as minhas bebês estarem com suspeita de alergia a lactose (durante dez dias). Graças a Deus, não foi!
  • Amamentação.
  • Alimentação com muitos vegetais e frutas desde a gravidez.
  • Ingestão de muita água desde a gravidez.
  • Zero frituras. Tudo feito em fritadeira elétrica.
  • Nada de doces na semana.
  • Cinta Pós Parto

Como já falei em outro post, a alimentação na gravidez saudável não só é importante para a grávida como para a formação do bebê. Assim, no pós parto fica mais fácil de perder peso e lógico já terá uma rotina de alimentação saudável, equilibrada.

Outro fator super importante que inclusive me ajudou com relação as dores que sentia pós parto, foi a cinta, eu usei fielmente 4 meses, depois passei a usar somente quando dormia.

Comecei a fazer uso da cinta 5 dias após a cirurgia.

Veja abaixo quais foram os tipos de cinta que usei:

Cinta calcinha
Eu usei no inicio essa calcinha além dela, por cima usava a cinta com velcro.

 

Cinta com Fechos
Essa cinta no início usei a tamanho M que peguei emprestada, quando consegui reduzir mais as medidas, passei a usar a cinta P.

 

Cinta com Velcro
Essa cinta usei por mais tempo, pois com velcro eu ia adequando a largura na minha cintura, já que fui perdendo medidas rapidamente e para dormir era super tranquilo com essa.

 

Só usar cintas acredito que não vai ajudar, como falei acima a amamentação além de ser SUPER IMPORTANTE para o seu bebê a mamãe perde peso.

A alimentação da mamãe além de ajudá-la a ter uma vida saudável, irá beneficiar seu bebê.

Espero que tenha ajudado!

Qualquer dúvida, conte comigo!!!

Um beijo 🙂

Fertilização In Vitro – A Minha História

Hoje vou contar a minha história. Algumas pessoas já vinham me perguntando como engravidei, muitas sabiam da minha dificuldade em engravidar. Mas, não sabem de fato sobre o meu tratamento.

Mas a verdade é que nunca me senti totalmente confortável em falar sobre o assunto com algumas pessoas, já que passei por preconceitos em torno da  FIV, e outras diziam que isso era coisa da minha cabeça era eu só relaxar que eu iria engravidar. Mas não foi bem por aí!!!!!

Meu sonho sempre foi ser mãe, independente se fosse casada ou não, nunca vi problemas em produção independente, já que sempre tive uma cabeça muito aberta em torno desse assunto.

Quando eu soube que eu teria complicações para engravidar eu era muito jovem… No auge da vida, nem me preocupei, já que eu sempre pensei em ter filhos depois dos 30.

Aos 32 anos o desejo foi aumentando cada vez mais…

Passamos um bom tempo tentando… Deixei de fazer uso do método contraceptivo, fiz tabelinha, baixei programinhas no celular para controle de ovulação e naaadaaaa.

Como eu estava numa fase de crescimento profissional, decidimos dar um tempo nos nossos planos.

Como muita gente me falava: – Quando você menos esperar ficará grávida.

Assim, eu confiava! Deixei as coisas rolarem…

Por várias vezes chorei no banheiro ao ter a confirmação do resultado negativo!

Chegou uma hora que eu já não aguentava mais contar só com a sorte já que a minha esperança estava abalada.

Decidimos procurar minha ginecologista e começar a fazer os exames necessários para o diagnóstico da causa da minha infertilidade.

E o resultado foi INFERTILIDADE POR CAUSA DESCONHECIDA.

Pior é nunca saber de fato o que causa a infertilidade, a incerteza é algo devastador!

E aí começou uma crise existencial… Eu questionei muitas vezes pra Deus, o porquê.

Quando via crianças na rua jogadas, passando fome, em situações difíceis, me doía muito, e aí vinha aquela pergunta: – Porque eu não posso engravidar????

Porque Deus, permite isso????

E porque eu não sei o meu motivo?

A história é longa, portanto, irei resumir…

Mas, saibam que eu sou prova viva de que Deus ouve todas as nossas indagações, sim, tenha certeza absoluta disso!

A seguinte frase carrego comigo:

O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. “

Por alguns momentos me senti menos mulher do que todas as mulheres, minha auto estima foi no chão.

Então, foi aí que demos início ao meu Tratamento para Engravidar.

Comecei pelo Uso do Indutor (Coito Programado), o qual fiz 3 tentativas todas frustradas e pior, meu folículo ao invés de crescer diminuía.

A cada tentativa uma expectativa… E mais uma frustração.

Já que meu folículo não estava respondendo a quantidade de hormônios ingeridas através do Indutor, meu médico especialista em Reprodução Humana me orientou a fazer a Fertilização In Vitro, o que aumentaria a minha chance em engravidar em 30 a 40%.

A inseminação no meu caso talvez não seria a mais indicada, por isso fomos logo para a fertilização in vitro.

Tive que refazer alguns exames e outros mais, e assim fui diagnosticada com Hipotiroidismo. Nesse momento tive que dar uma pausa no meu tratamento e dei início a reposição hormonal. Caso eu não conseguisse equilibrar a minha taxa hormonal colocaria em risco a possível gestação.

Essa pausa foi feita num período de 4 meses.

Logo após, fiz novos exames e tudo ok!

Então voltamos com muita esperança ao Tratamento, assim dando início a Fertilização In Vitro. Tudo foi indo muito bem, assim marcamos a nossa retirada dos folículos.

Após 5 dias fomos voltamos a clínica para a transferência dos embriões.

De acordo com as recomendações médicas, fiquei 2 dias de repouso pós implantação.

Tratamento para Engravidar

Aguardei 12 dias para fazer o Beta-Hcg e o RESULTADO FOI POSITIVO! 

Fertilização In Vitro

Fizemos o ultrassom 4 dias após o resultado do Beta e para a nossa surpresa existiam dois sacos gestacionais!!!!!!

Quer detalhes sobre a descoberta da Gestação Trigemelar??? Aguarde!!!!! Logo irei postá-la com todos os detalhes!!!!!!!

Fertilização In Vitro – Os 5 passos

Dentre os tratamentos propostos para os casais estéreis o mais complexo é a fertilização in vitro (FIV). Este procedimento exige um investimento emocional, de tempo e esforço, eu que o diga!!!! Isto gera numerosas vivências, às vezes contraditórias, tanto para homem / mulher como para o casal. Neste post você irei falar sobre os 5 Passos da Fertilização In Vitro.

Um dos tratamentos mais utilizados pois atende a vários tipos de problema sobre infertilidade. Técnica mundialmente conhecida desde a década de 70, as chances de gravidez com a Fertilização In Vitro dependem de vários fatores. Os principais são a idade da mulher (que é o fator isolado mais importante), a qualidade dos embriões produzidos, e a causa da infertilidade. Quando se fala em chances de gravidez é sempre bom ter em mente que a chance natural de concepção na espécie humana é baixa.

Estudos científicos apontam que a probabilidade de concepção natural em nossa espécie é de no máximo 18 a 20% por ciclo ovulatório da mulher. Esta chance espontânea vai diminuindo progressivamente com o avançar da idade feminina.

Portanto, mulheres com 35 anos, teria 50 a 60% de chances de gravidez com a Fertilização In Vitro. As taxas vão diminuindo com o passar dos anos, já que os folículos também envelhecem.

Aos 40 anos as chances ficam entre 30 e 40%, chegando a índices de somente 5 a 10% de taxas de gravidez em mulheres de 43-44 anos.

Sobre a quantidade de embriões que podem ser implantados, de acordo com a resolução do CFM, de 2010, em mulheres até 35 anos é permitido que sejam transferidos até dois embriões, que foi o meu caso. Entre 36 e 39 anos, é possível até 3. Mulheres com 40 anos ou mais podem receber até quatro.

Fertilização In Vitro

Veja os Passos da Fertilização In Vitro:

Fertilização In Vitro- Passo 1:

Faz o uso de  medicações para estimular o crescimento e maturação dos óvulos. Nesta etapa, o crescimento dos óvulos é monitorado por exames de ultrassom transvaginal. Esses medicamentos são injetados na barriga próximo ao umbigo. As possíveis reações são: irritação local, gestação múltipla, retenção de líquidos e formação de cistos.

Fertilização In Vitro – Passo 2: 

Coleta dos óvulos, consiste em punsão dos ovários guiada pelo ultrassom transvaginal. A coleta de espermatozoides é feita no mesmo dia.

Fertilização In Vitro – Passo 3

A FIV pode ser realizada através de algumas técnicas:

Fertilização In Vitro Convencional, em que os melhores espermatozoides e os melhores óvulos são selecionados e colocados em um mesmo meio, para que ocorra a fertilização (isto é, a penetração do espermatozoide no interior do óvulo) de forma espontânea.

ICSI (Intracitoplasmatic Sperm Injection ou Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoide): quando a quantidade de espermatozoides for pequena, os óvulos são fertilizados através da micromanipulação dos gametas, injetando-se um espermatozoide em cada óvulo. A seleção dos espermatozoides para a ICSI é feita pela avaliação visual da motilidade e morfologia.

CSI Magnificado, Super-ICSI ou IMSI (Intracytoplasmic Morfologically Select Sperm Injection): é uma técnica que identifica com precisão os espermatozoides com maior capacidade de fertilização, usada quando houver alterações no seu formato (morfologia alterada), presença de vacúolos e fragmentação do DNA espermático. Utiliza um sistema ótico que apresenta objetivas de maior poder de ampliação eletrônica das imagens, podendo observar os espermatozoides em detalhes, detectar seus defeitos e selecionar os melhores, pois são aumentados em até 12.500 vezes. Identifica em tempo real e com precisão os espermatozoides com maior capacidade de fertilização avaliando um conjunto de alterações que são denominadas pela sigla em inglês MSOME (Motile Sperm Organellar Morphology Examination). Espermatozoides com estas alterações podem formar embriões de má qualidade e o consequente insucesso da FIV.

PICSI (Physiological Intracytoplasmatic Sperm Injection): a seleção ocorre entre os espermatozoides que se ligam (in vitro) a um “componente especial”, também presente na camada externa do óvulo (uma placa de ácido hialurônico).

Fertilização In Vitro – Passo 4:

Transferência de embriões ao útero, feita entre 3 e 5 dias após a fertilização. O procedimento é feito através de um exame ginecológico rápido e indolor. 

Normalmente, por vias naturais, o embrião chega à cavidade uterina com cinco ou seis dias de vida, em um estágio chamado BLASTOCISTO. No meu caso os embriões foram transferidos neste estágio (ou seja, com 6 dias após a coleta dos óvulos. O que aumenta a chance de gravidez.

Fertilização in Vitro – Passo 6:

Teste de gravidez, 12 dias após a transferência de embriões e posterior acompanhamento da gestação através de exames ultrassom a cada duas semanas.

A Fertilização In Vitro nada mais é uma técnica que realiza Sonhos! A União da Ciência com o Sopro de Vida. Abençoados sejam os homens, que sabem usar o dom que Deus os entregou para fazer o bem!

Nascimento das minhas Trigêmeas

No retorno da nossa Lua de Mel, demos início a FERTILIZAÇÃO IN VITRO, a qual foi SUCESSO NA PRIMEIRA tentativa!

Tudo sendo preparado para a Vinda das Trigêmeas…

Todo dia era uma superação já que foi uma gestação de alto risco.
No início de abril descobrimos que a Rafaela – Terceira Gemelar, estava com restrição sanguínea, devido o pouco espaço para ela se desenvolver onde dividia a mesma placenta com a Manuela.

Tivemos que monitorar semanalmente para que não a colocasse em risco de morte e nem fizéssemos um parto tão prematuro, assim comprometeria o desenvolvimento das demais que estavam indo bem.

No dia 13/04/15, minha obstetra marcou minha cesária para o dia 18/04, sábado pela manhã.
Na terça me ligou para que eu fosse para o hospital na quinta para ser internada e garantir a vaga na UTIN (UTI Neo Natal para Bebês prematuros), garantindo assim as 3 incubadoras.

Assim fizemos, conforme a orientação!

Eu super ansiosa, mal esperava a hora… Parecia um século a chegada de sábado.

Chegamos ao hospital na quinta no dia 16/04, as 17:30h e só conseguimos um quarto as 20:30h e ainda não fiquei na maternidade que por sinal estava lotada.

A caminho da Maternidade

Fui para um quarto de UTI de todos os tipos de causas.
Hospital lotado e que comprometeu muito o atendimento.
Desde o início do mês sentia contrações, principalmente a noite.
Sendo de 2 em 2 horas, semanas depois de 1 em 1 hora e por fim estava com contrações de 30 em 30 minutos, esse foi um dos fatores que levou minha obstetra a marcar minha cesária.

Nessa noite de quinta, comecei a sentir as contrações cada vez mais fortes, e intensas. Na madrugada já sentia dores tão fortes que tivemos que chamar uma enfermeira que me orientou a entrar em contato com a obstetra.
Por volta das 6h da manhã, já sem energia e forças pra suportar as dores que não passavam, eu mandei mensagem para a obstetra, que na mesma hora ligou no hospital e acionou a equipe do centro cirúrgico para preparar tudo para sua chegada.

Por volta das 7h a médica chegou ao meu quarto que fez o toque para verificar a dilatação do colo do meu útero que já estava com 3 cm dilatado. Mais um pouquinho a minha situação ficaria mais séria.

Ainda faltava um dia para de fato para o meu parto, mas o meu trio resolveu antecipar um dia a sua vinda…
E graças a Deus e a minha obstetra maravilhosa que adoooorooooo, eu imediatamente fui levada para o centro cirúrgico, meu esposo ainda meio sonolento sem entender o que estava acontecendo, pois pra ele eu estava apenas sentindo uma “dorzinha”. Coisas de homem…

Foi uma grande emoção, saber que naquele momento tudo estava sendo preparado para a chegada das minhas 3 Grandes Bênçãos.

A emoção era tão grande que eu não sabia se chorava se eu ria do meu esposo que não sabia o que fazer… Ainda de pijama…

Até que a minha obstetra falou assim: – Gabriel preparado pra ver o nascimento das suas filhas? Corre que já estamos indo para a sala de cirurgia!

Nesse momento ela ligou o botão: START!

Ai meu Deussss, que vontade de fazer xixi… Nervoso, alegria, ansiedade, gratidão…

Então, depois de pedir para fazer xixi por 3 vezes…

Eles conseguiram me anestesiar e assim começou o show da Vida!!!

O dia nasceu de uma forma sobrenatural… Encantadora… Linda de se ver e viver!

Ali me senti mais do que mulher, mais do que filha, mais do que a natureza poderia me proporcionar… Eu achava que estava viajando, sonhando…

Bem vindas Filhas Amadas e Queridas!!!!

Que emoção…

Nós te recebemos com os corações cheios de Amor e Gratidão à Deus por nos conceder a bênção e responsabilidade de fazer parte da vida de vocês,  três seres tão iluminados!!!!!

Queria muito poder congelar esse momento que não tenho palavras pra descrever a infinita alegria!

Meu parto foi feito pela Dra Silândia e o meu médico de Fertilização In Vitro Dr. Vinicius Lopes. Agradeço imensamente a todos que ali estavam, desde os médicos, anestesistas, as enfermeiras e Técnicas.

Que nos proporcionou total segurança!

Agradeço o AMOR, O COMPANHEIRISMO, A CUMPLICIDADE do meu AMADO ESPOSO que o tempo todo estava ali me olhando segurando minhas mãos… Sempre juntos…

Obrigada Deus, acreditar que somos capazes de criar 3 seres tão iluminados e nos permitir sermos pessoas melhores nessa tão desafiadora jornada que é ser PAIS DE MÚLTIPLOS.

Seja bem vinda Gabriela, nossa Primeira Gemelar!!!

Nascimento

Nascimento
Bem vinda ao mundo Gabriela!!! Que venha com muita saúde e o coração cheio de amor! 

Seja bem vinda Manuela, nossa Segunda Gemelar!!

Nascimento

Nascimento
Bem vinda ao mundo Manuela!!! Que venha com muita saúde e o coração cheio de amor!

Seja bem vinda Rafaela, nossa Terceira Gemelar!!!

Nascimento

Nascimento
Bem vinda ao mundo Rafaela!!! Que venha com muita saúde e o coração cheio de amor!

E assim vieram ao MUNDO para nos PROPORCIONAR MOMENTOS INCRÍVEIS e COMPLETAR NOSSA FAMÍLIA nossas Pitchuquinhas 🙂 🙂 😉

No dia 17 de Abril de 2015, numa linda e ensolarada sexta feira.