Entrevista no Podcast 9 meses depois

Geenteeee,

Hoje saiu nossa entrevista no site 9mesesdepois.com, estou muito feliz e também emocionada em compartilhar de forma mais real e íntegra a história da descoberta da minha Gestação Trigemelar.

O Podcast 9 meses depois é um lugar seguro para discutir a maternagem, compartilhar histórias e relatar as mudanças pelas quais as mamães e papais passam quando decidem se tornar pais.

Produzido e editado por Jaciara Morgado, casada, mãe de uma menina de 3 anos e grávida do segundo filho, ela se surpreendeu como a maternidade pode transformar vidas, mudar objetivos pessoais e redefinir relações.

Fique a vontade para ouvir pelo SoundCloud e pelo ITunes a nossa entrevista e mergulhar nesse site e conhecer outros relatos tão emocionante quanto o nosso!!!

Beijosss da tri mamãe! Espero que gostem!!! 🙂 🙂 😉

Cuidados com os cabelos na gravidez – por Lais Cinara

Na gravidez muitas vezes nos sentimos a mulher mais linda do mundo e outras a mais feia. Isso ocorre devido a alteração hormonal durante todo o período gestacional, vale ressaltar que isso está ligado também ao nosso psicológico. Quando a gestação e as mudanças no nosso corpo são bem aceitas tudo se torna mais fácil e assim as coisas fluem com mais facilidade, e para aumentar nossa auto estima nada como ter os devidos cuidados com os cabelo na gravidez, afinal, os cabelos são a moldura do nosso rosto.

E as duas coisas que mexem muito com a mulher na gravidez são: o ganho de peso e os cabelos. Os cabelos caem muito e ficam muitas vezes mais oleosos. Isso tudo pode ser controlado de forma tranquila com profissionais da área (ginecologista, dermatologista e uma profissional de cabelos).

Eu passei por isso e digo com sinceridade, não é fácil! O ganho de peso numa gestação múltipla é mais rápido por isso passei a usar mais batas, pantalonas, vestidos e calças para gestantes. E pra falar a verdade no início me achava linda!

Mas com o aumento da barriga fui me sentindo um pato, de pato passei a me achar um pinguim e por fim um barril, e isso porque engordei 14kg. E realmente não tinha mais pra onde crescer mais minha barriga no final da gravidez. A sensação que eu tinha era que ia explodir, para a minha altura de 1,61cm.

Devido ao calor que eu sentia e meus cabelos caíram muito, resolvi cortá-los mais curtos, na altura do queixo. Minha cabeleireira quase morreu quando cheguei lá pedindo pra cortar já que eles estavam na metade das costas, lindos, e loiros.

Mas, não me arrependo nenhum pouco!!! Eles curtos me deram bem menos trabalho para secá-los, e nada melhor que sentir renovada, com a auto estima lá em cima!

Foi a melhor coisa que fiz!!!!!

Assim, então resolvi criar esse post para passar as Dicas da Profissional da área de Make & Hair Lais Cinara, que está na área há 12 anos, começou desde os 17, mãe do Bernardo de 3 anos e a espera do príncipe Benício, que nasce a qualquer momento.

Cuidados com os cabelos na gravidez
Cuidados com os cabelos na gravidez

Perguntei a ela quais os cuidados que a grávida deve ter com os cabelos?

Lais: – Hoje em dia temos muitos produtos direcionados as gestantes, o que é proibido são as químicas a base de formol, ácidos e amônia que vão direto na absorção do couro cabeludo. Mas temos tintas, pó descolorante, hidratação que são liberados.

De quanto em quanto tempo é importante cortar os cabelos?

Lais: – Indicamos cortar as pontas. Fazer uma manutenção de corte de 3 em 3 meses para que fique sempre com aspecto saudável.

O que a grávida deve fazer em caso de quedas excessiva dos cabelos?

Lais: – Alimentação é muito importante na prevenção da queda do cabelos, existem vários diagnósticos diferentes pra saber o real motivo das quedas dos cabelos. Temos uma média considerada normal na queda diária dos fios, mas se tiver ocorrendo em excesso é bom procurar um profissional da área da saúde primeiramente, pois tanto pode ser um descontrole hormonal como um problema no couro cabeludo. Vitaminas A, C, D, Ferro e Zinco auxiliam na prevenção da queda, fortalece e ajuda no crescimento dos cabelos.

E aquelas gravidinhas que vão oficializar a união, qual a dica que você dá principalmente para aquelas que incham na gravidez?

Tudo depende do horário da cerimônia. Mulheres grávidas são lindas independente dos inchaços, ganhos de peso… Mesmo muitas vezes não achando isso… rsrs… Mas acho que um bom penteado e maquiagem, levanta a auto estima de qualquer mulher.

Qual o maior erro cometido durante a gestação nos cuidados com os cabelos?

Lais: – O maior erro é parar de cuidar dos fios na gestação por achar que não se pode fazer nada.

Muitos médicos liberam vários tipos de cuidados com os fios após os 3 meses de gestação, então hoje em dia não existe mais desculpa para as gravidinhas em parar de se cuidar, sei que ficamos mais cansadas mas a auto estima da mulher vale em qualquer situação.

Aproveitando sua experiência como maquiadora, qual a dica que você dá pra quem não tem muito tempo para se maquiar?

Lais: – Passar um blush rapidinho com um rímel, passar um gloss ou batom nos lábios já dar um ar saudável para o dia a dia e não requer tempo. É muito pratico e a grávida já estará linda! A gravidez já deixa a mulher com um semblante lindo, irradiante.

Quero agradecer imensamente essa querida mamãe por ter me dado essa entrevista e desejar uma boa hora, cheia de bênçãos e amor!!! E que ela volte aqui pra nos contar tudo sobre seu parto e podermos postar fotinhas do príncipe Benício!!!!

E pra finalizar a minha dica é:

Ande com uma pequena necessarie, nela as “make’s” que você usa, se está com pressa sem tempo, pode se maquiar dentro do carro enquanto seu esposo dirige, ou enquanto ele se arruma… A minha nunca faltam: pó, corretivo, lápis, rímel, blush e um batom cor de boca que vai com tudo e qualquer horário!

Se ame, se valorize, se sinta bem, independente do que os outros vão achar!

Espero que tenham gostado das dicas, e qualquer dúvida e troca de experiência deixe aqui seu recadinho!!!

Quem quiser conhecer o trabalho da Lais Cinara é só entrar lá no seu instagram @laishairmake

Um super beijo das mamães das “tri”e da mamãe dos príncipes 🙂 😉 =) *) ,)

Cinta no Pós Parto

Pode ou não usar cinta pós parto? Mais uma vez vou dar dicas para as gravidinhas, já que sei o quanto surgem dúvidas durante e pós a gravidez. E essa foi uma das minhas dúvidas!!!

Pois bem, alguns médicos são contra e outros a favor. Eu comprei e ganhei uma que amei!!!

Eu engordei 14 kg na minha gravidez trigemelar, e acreditem eu tenho 1,61cm, minha barriga ficou gigante, não tinha mais pra onde crescer. Antes de engravidar eu pesava 54.600kg e 3 dias após fui me pesar e já havia perdido 10kg no parto.

Na semana seguinte perdi mais 4kg, e 4 semanas após o parto fui me pesar e para  a minha surpresa eu estava pesando 49kg.

O que me levou a emagrecer tão rápido foram:

  • Dieta que tive que fazer zero lactose, devido as minhas bebês estarem com suspeita de alergia a lactose (durante dez dias). Graças a Deus, não foi!
  • Amamentação.
  • Alimentação com muitos vegetais e frutas desde a gravidez.
  • Ingestão de muita água desde a gravidez.
  • Zero frituras. Tudo feito em fritadeira elétrica.
  • Nada de doces na semana.
  • Cinta Pós Parto

Como já falei em outro post, a alimentação na gravidez saudável não só é importante para a grávida como para a formação do bebê. Assim, no pós parto fica mais fácil de perder peso e lógico já terá uma rotina de alimentação saudável, equilibrada.

Outro fator super importante que inclusive me ajudou com relação as dores que sentia pós parto, foi a cinta, eu usei fielmente 4 meses, depois passei a usar somente quando dormia.

Comecei a fazer uso da cinta 5 dias após a cirurgia.

Veja abaixo quais foram os tipos de cinta que usei:

Cinta calcinha
Eu usei no inicio essa calcinha além dela, por cima usava a cinta com velcro.

 

Cinta com Fechos
Essa cinta no início usei a tamanho M que peguei emprestada, quando consegui reduzir mais as medidas, passei a usar a cinta P.

 

Cinta com Velcro
Essa cinta usei por mais tempo, pois com velcro eu ia adequando a largura na minha cintura, já que fui perdendo medidas rapidamente e para dormir era super tranquilo com essa.

 

Só usar cintas acredito que não vai ajudar, como falei acima a amamentação além de ser SUPER IMPORTANTE para o seu bebê a mamãe perde peso.

A alimentação da mamãe além de ajudá-la a ter uma vida saudável, irá beneficiar seu bebê.

Espero que tenha ajudado!

Qualquer dúvida, conte comigo!!!

Um beijo 🙂

Dicas para diminuir o enjoo na gravidez

Eu tive muito enjoo na gravidez. E muitas pessoas sempre me perguntam o que eu fiz para amenizá-los. Mulheres que têm altos níveis do hormônio gonadotropina coriônicas (hcg) são mais propensas a ter enjôos, como as mulheres grávidas de múltiplos.

Mas ainda não existe relação consistente entre algum nível de hCG e enjoo, pois duas mulheres com o mesmo nível de hCG podem apresentar sintomas diferentes. Coisas da natureza. Outros fatores podem contribuir para o aumento do enjoo, como estresse, fadiga, maior produção de ácido estomacal o hormônio do hcg deixa o estômago mais preguiçoso.

A fase dos enjôos varia de mulher para mulher, mas em geral ocorre entre o final do segundo mês (semana 8) e o final do quinto mês lunar (semana 20). Também não é regra é uma estatística. Parei de ter enjoo depois do 4o mês de gestação.

No inicio meus enjôos eram até tranquilos, mas foram piorando, com o passar dos dias e aí foi quando comecei a buscar outras formas de aliviá-los já que os remédios não funcionavam mais!

Enjoo na gravidez

Então, aí vão as minhas dicas que usei e me ajudaram a amenizar meus enjôos:

  • Tomava muita água com gelo, tinha que está extremamente gelada, nunca em jejum.
  • Carregava biscoitos de água e sal sempre, e biscoitos de chocolates que ajudam a elevar a taxa de açúcar no sangue.
  • Comia pouco, assim não enchia muito o estômago e não dificultar ainda mais a digestão.
  • Comia de 3 em 3 horas.
  • Ingeria muita fruta, procurava comer uma por período.
  • Ingeri mais frango, ovos, esses que não afetavam meu paladar que estava extremamente exigente, já que havia enjoado de carne nesse período, mas que é EXTREMAMENTE IMPORTANTE A INGESTÃO DE CARNE NA GRAVIDEZ.
  • Sempre evitei frituras, sempre fiz uso de uma Fritadeira Elétrica (não usa óleo). Deixa os alimentos sequinhos e deliciosos!
  • Mastigava um chiclete, assim que acabava o açúcar jogava fora (preferia os mais indicados pelos dentistas).
  • Antes de escovar os dentes comia uma bolacha primeiro para depois escovar os dentes.
  • Fiz uso de uma pasta de dentes sem sabor recomendada pela minha dentista.
  • Procurei evitar fragrâncias exageradas.
  • Comidas com pouco temperos.
  • Alimentos leves, muitos legumes.
  • Roupas leves, frescas.

Querida mamãe, espero que minhas dicas ajudem a você, como me ajudou também a ter um dia mais tranquilo, pois sei o quanto é perturbador o enjoo e as ânsias de vômitos.

Beijos e ótima gestação!!! 🙂 🙂 😉

Fertilização In Vitro – A Minha História

Hoje vou contar a minha história. Algumas pessoas já vinham me perguntando como engravidei, muitas sabiam da minha dificuldade em engravidar. Mas, não sabem de fato sobre o meu tratamento.

Mas a verdade é que nunca me senti totalmente confortável em falar sobre o assunto com algumas pessoas, já que passei por preconceitos em torno da  FIV, e outras diziam que isso era coisa da minha cabeça era eu só relaxar que eu iria engravidar. Mas não foi bem por aí!!!!!

Meu sonho sempre foi ser mãe, independente se fosse casada ou não, nunca vi problemas em produção independente, já que sempre tive uma cabeça muito aberta em torno desse assunto.

Quando eu soube que eu teria complicações para engravidar eu era muito jovem… No auge da vida, nem me preocupei, já que eu sempre pensei em ter filhos depois dos 30.

Aos 32 anos o desejo foi aumentando cada vez mais…

Passamos um bom tempo tentando… Deixei de fazer uso do método contraceptivo, fiz tabelinha, baixei programinhas no celular para controle de ovulação e naaadaaaa.

Como eu estava numa fase de crescimento profissional, decidimos dar um tempo nos nossos planos.

Como muita gente me falava: – Quando você menos esperar ficará grávida.

Assim, eu confiava! Deixei as coisas rolarem…

Por várias vezes chorei no banheiro ao ter a confirmação do resultado negativo!

Chegou uma hora que eu já não aguentava mais contar só com a sorte já que a minha esperança estava abalada.

Decidimos procurar minha ginecologista e começar a fazer os exames necessários para o diagnóstico da causa da minha infertilidade.

E o resultado foi INFERTILIDADE POR CAUSA DESCONHECIDA.

Pior é nunca saber de fato o que causa a infertilidade, a incerteza é algo devastador!

E aí começou uma crise existencial… Eu questionei muitas vezes pra Deus, o porquê.

Quando via crianças na rua jogadas, passando fome, em situações difíceis, me doía muito, e aí vinha aquela pergunta: – Porque eu não posso engravidar????

Porque Deus, permite isso????

E porque eu não sei o meu motivo?

A história é longa, portanto, irei resumir…

Mas, saibam que eu sou prova viva de que Deus ouve todas as nossas indagações, sim, tenha certeza absoluta disso!

A seguinte frase carrego comigo:

O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. “

Por alguns momentos me senti menos mulher do que todas as mulheres, minha auto estima foi no chão.

Então, foi aí que demos início ao meu Tratamento para Engravidar.

Comecei pelo Uso do Indutor (Coito Programado), o qual fiz 3 tentativas todas frustradas e pior, meu folículo ao invés de crescer diminuía.

A cada tentativa uma expectativa… E mais uma frustração.

Já que meu folículo não estava respondendo a quantidade de hormônios ingeridas através do Indutor, meu médico especialista em Reprodução Humana me orientou a fazer a Fertilização In Vitro, o que aumentaria a minha chance em engravidar em 30 a 40%.

A inseminação no meu caso talvez não seria a mais indicada, por isso fomos logo para a fertilização in vitro.

Tive que refazer alguns exames e outros mais, e assim fui diagnosticada com Hipotiroidismo. Nesse momento tive que dar uma pausa no meu tratamento e dei início a reposição hormonal. Caso eu não conseguisse equilibrar a minha taxa hormonal colocaria em risco a possível gestação.

Essa pausa foi feita num período de 4 meses.

Logo após, fiz novos exames e tudo ok!

Então voltamos com muita esperança ao Tratamento, assim dando início a Fertilização In Vitro. Tudo foi indo muito bem, assim marcamos a nossa retirada dos folículos.

Após 5 dias fomos voltamos a clínica para a transferência dos embriões.

De acordo com as recomendações médicas, fiquei 2 dias de repouso pós implantação.

Tratamento para Engravidar

Aguardei 12 dias para fazer o Beta-Hcg e o RESULTADO FOI POSITIVO! 

Fertilização In Vitro

Fizemos o ultrassom 4 dias após o resultado do Beta e para a nossa surpresa existiam dois sacos gestacionais!!!!!!

Quer detalhes sobre a descoberta da Gestação Trigemelar??? Aguarde!!!!! Logo irei postá-la com todos os detalhes!!!!!!!

Sobre

Olá!!! Eu sou a Andréa, mãe das Trigêmeas Gabriela, Manuela e Rafaela. Trabalho com Gestão de Pessoas e sempre gostei muito de escrever! Meu esposo sabendo do amor pela escrita me deu a idéia de criar o blog já que muitas pessoas vinham me procurar em busca de informações sobre o meu tratamento para engravidar, e como fazemos no nosso dia a dia com trigêmeas. Portanto, seja bem vinda (o) ao nosso MUNDO TRIPLAMENTE ABENÇOADO, Trigêmeas da Andréa.

9 Dicas de alimentação saudável na gravidez

Neste post, vou falar sobre os 9 alimentos que ingeri na minha gravidez (incluo líquidos também) que aumentaram a minha disposição e que me proporcionou uma gestação saudável, rica em nutrientes e proteínas.

  1. Ovos: além das vitaminas, possuem mais de 12 vitaminas e minerais. Ingeria principalmente no café da manhã.
  2. Legumes e Verduras: são fontes de vitamina C, fibras, sais minerais e outros nutrientes essenciais, couve e brocólis ricos em ácido fólico. Todos os dias no almoço ingeria pelo menos 3 tipos de legumes/verduras.
  3. Ingestão de muito líquido: água, o que não gostava muito, passei a ingerir mais de 2 litros por dia sendo gelada!), suco de frutas e ou polpas. Sempre tomei água de manhã em jejum, uma pratica que ajuda a manter o peso, mas com os enjôos passei a tomar gelada o que me ajudava bastante, já que em jejum meu enjoo aumentava. Fiz dos sucos cítricos os meus maiores aliados, suco de laranja (Vitamina C), uva (ajuda aumentar a produção do leite) e limão (reduz os enjôos).
  4. Vitamina C: encontrada nas frutas como kiwi, laranja, morango, melão, melancia, mamão, abacaxi e nas hortaliça (brócolos, tomate, couve-flor). Eu comia pelo menos 2 a 3 tipos de frutas por dia, sendo uma no café da manhã, outra depois do almoço ou no lanche e por volta das 18h.
  5. Cálcio: encontrado em leites e derivados, porém fazia ingestão do leite Zero Lactose, ou desnatado. Na verdade o consumo foi porque eu tinha muito desejo de tomar leite, pois detesto leite! Como a ingestão faria bem aos bebês me favoreceu o meu “desejo de leite”.
  6. Carboidratos: fornecem energia para a mamãe e para o desenvolvimento do bebê. Os melhores são os integrais: arroz, pães, macarrão e cereais que são absorvidos mais lentamente e por isso saciam mais a mamãe e ajudam em casos de prisão de ventre o que foi o meu caso. Ingeri muitos alimentos integrais já que a minha prisão de ventre foi severa, e isso me ajudou no ganho de peso bem equilibrado.
  7. Proteínas: encontradas em carnes, feijão, leite e derivados. São responsáveis por construir, manter e renovar os tecidos de mamãe e bebê. Na gravidez nos 4 primeiros meses não consegui comer carne, mas ingeri muito frango, sentia desejo o tempo todo de comer de tudo que tinha frango. Especialistas dizem que o desejo no fundo é algum tipo de carência que a grávida está tendo ou está sentindo desde emocional ao físico.
  8. Ferro: carnes vermelhas, feijão (branco, preto e carioca), lentilha e grão-de-bico, beterraba. Após os 4 meses de enjôo de carne vermelha, consegui voltar a comer e claro estava fazendo uso de Composto Polivitamínico e Sulfato Ferroso, já que além de me abastecer tinha que abastecer 3 pessoinhas de nutrientes e vitaminas! 😉
  9. Peixes: atum, peixes e salmão, são ricos em gorduras boas que regulam a saúde do coração, ricos em ômega-3. O ideal é consumir duas vezes na semana, no máximo 3. Filé de Tilápia grelhada era o meu favorito, sempre que possível consumia com vegetais e arroz.

Alimentar-se de 3 em 3 horas é fundamental tanto para você e para o desenvolvimento e crescimento do seu bebê. Mães de múltiplos deve se recarregar de muitas vitaminas e nutrientes já que esses serão divididos entre todos.

A alimentação saudável favorece desde o bom funcionamento do organismo da mãe como a formação do bebê.

Portanto evite, refrigerantes, condimentados, excesso de açúcar, excesso de café, álcool, carnes cruas, ovos crus e saladas cruas feitas na rua.

Então, essas são as dicas que dou hoje pra vocês mamães se manterem saudáveis inclusive no pós parto!

Nascimento das minhas Trigêmeas

No retorno da nossa Lua de Mel, demos início a FERTILIZAÇÃO IN VITRO, a qual foi SUCESSO NA PRIMEIRA tentativa!

Tudo sendo preparado para a Vinda das Trigêmeas…

Todo dia era uma superação já que foi uma gestação de alto risco.
No início de abril descobrimos que a Rafaela – Terceira Gemelar, estava com restrição sanguínea, devido o pouco espaço para ela se desenvolver onde dividia a mesma placenta com a Manuela.

Tivemos que monitorar semanalmente para que não a colocasse em risco de morte e nem fizéssemos um parto tão prematuro, assim comprometeria o desenvolvimento das demais que estavam indo bem.

No dia 13/04/15, minha obstetra marcou minha cesária para o dia 18/04, sábado pela manhã.
Na terça me ligou para que eu fosse para o hospital na quinta para ser internada e garantir a vaga na UTIN (UTI Neo Natal para Bebês prematuros), garantindo assim as 3 incubadoras.

Assim fizemos, conforme a orientação!

Eu super ansiosa, mal esperava a hora… Parecia um século a chegada de sábado.

Chegamos ao hospital na quinta no dia 16/04, as 17:30h e só conseguimos um quarto as 20:30h e ainda não fiquei na maternidade que por sinal estava lotada.

A caminho da Maternidade

Fui para um quarto de UTI de todos os tipos de causas.
Hospital lotado e que comprometeu muito o atendimento.
Desde o início do mês sentia contrações, principalmente a noite.
Sendo de 2 em 2 horas, semanas depois de 1 em 1 hora e por fim estava com contrações de 30 em 30 minutos, esse foi um dos fatores que levou minha obstetra a marcar minha cesária.

Nessa noite de quinta, comecei a sentir as contrações cada vez mais fortes, e intensas. Na madrugada já sentia dores tão fortes que tivemos que chamar uma enfermeira que me orientou a entrar em contato com a obstetra.
Por volta das 6h da manhã, já sem energia e forças pra suportar as dores que não passavam, eu mandei mensagem para a obstetra, que na mesma hora ligou no hospital e acionou a equipe do centro cirúrgico para preparar tudo para sua chegada.

Por volta das 7h a médica chegou ao meu quarto que fez o toque para verificar a dilatação do colo do meu útero que já estava com 3 cm dilatado. Mais um pouquinho a minha situação ficaria mais séria.

Ainda faltava um dia para de fato para o meu parto, mas o meu trio resolveu antecipar um dia a sua vinda…
E graças a Deus e a minha obstetra maravilhosa que adoooorooooo, eu imediatamente fui levada para o centro cirúrgico, meu esposo ainda meio sonolento sem entender o que estava acontecendo, pois pra ele eu estava apenas sentindo uma “dorzinha”. Coisas de homem…

Foi uma grande emoção, saber que naquele momento tudo estava sendo preparado para a chegada das minhas 3 Grandes Bênçãos.

A emoção era tão grande que eu não sabia se chorava se eu ria do meu esposo que não sabia o que fazer… Ainda de pijama…

Até que a minha obstetra falou assim: – Gabriel preparado pra ver o nascimento das suas filhas? Corre que já estamos indo para a sala de cirurgia!

Nesse momento ela ligou o botão: START!

Ai meu Deussss, que vontade de fazer xixi… Nervoso, alegria, ansiedade, gratidão…

Então, depois de pedir para fazer xixi por 3 vezes…

Eles conseguiram me anestesiar e assim começou o show da Vida!!!

O dia nasceu de uma forma sobrenatural… Encantadora… Linda de se ver e viver!

Ali me senti mais do que mulher, mais do que filha, mais do que a natureza poderia me proporcionar… Eu achava que estava viajando, sonhando…

Bem vindas Filhas Amadas e Queridas!!!!

Que emoção…

Nós te recebemos com os corações cheios de Amor e Gratidão à Deus por nos conceder a bênção e responsabilidade de fazer parte da vida de vocês,  três seres tão iluminados!!!!!

Queria muito poder congelar esse momento que não tenho palavras pra descrever a infinita alegria!

Meu parto foi feito pela Dra Silândia e o meu médico de Fertilização In Vitro Dr. Vinicius Lopes. Agradeço imensamente a todos que ali estavam, desde os médicos, anestesistas, as enfermeiras e Técnicas.

Que nos proporcionou total segurança!

Agradeço o AMOR, O COMPANHEIRISMO, A CUMPLICIDADE do meu AMADO ESPOSO que o tempo todo estava ali me olhando segurando minhas mãos… Sempre juntos…

Obrigada Deus, acreditar que somos capazes de criar 3 seres tão iluminados e nos permitir sermos pessoas melhores nessa tão desafiadora jornada que é ser PAIS DE MÚLTIPLOS.

Seja bem vinda Gabriela, nossa Primeira Gemelar!!!

Nascimento

Nascimento
Bem vinda ao mundo Gabriela!!! Que venha com muita saúde e o coração cheio de amor! 

Seja bem vinda Manuela, nossa Segunda Gemelar!!

Nascimento

Nascimento
Bem vinda ao mundo Manuela!!! Que venha com muita saúde e o coração cheio de amor!

Seja bem vinda Rafaela, nossa Terceira Gemelar!!!

Nascimento

Nascimento
Bem vinda ao mundo Rafaela!!! Que venha com muita saúde e o coração cheio de amor!

E assim vieram ao MUNDO para nos PROPORCIONAR MOMENTOS INCRÍVEIS e COMPLETAR NOSSA FAMÍLIA nossas Pitchuquinhas 🙂 🙂 😉

No dia 17 de Abril de 2015, numa linda e ensolarada sexta feira.