Cuidados com os cabelos na gravidez – por Lais Cinara

Na gravidez muitas vezes nos sentimos a mulher mais linda do mundo e outras a mais feia. Isso ocorre devido a alteração hormonal durante todo o período gestacional, vale ressaltar que isso está ligado também ao nosso psicológico. Quando a gestação e as mudanças no nosso corpo são bem aceitas tudo se torna mais fácil e assim as coisas fluem com mais facilidade, e para aumentar nossa auto estima nada como ter os devidos cuidados com os cabelo na gravidez, afinal, os cabelos são a moldura do nosso rosto.

E as duas coisas que mexem muito com a mulher na gravidez são: o ganho de peso e os cabelos. Os cabelos caem muito e ficam muitas vezes mais oleosos. Isso tudo pode ser controlado de forma tranquila com profissionais da área (ginecologista, dermatologista e uma profissional de cabelos).

Eu passei por isso e digo com sinceridade, não é fácil! O ganho de peso numa gestação múltipla é mais rápido por isso passei a usar mais batas, pantalonas, vestidos e calças para gestantes. E pra falar a verdade no início me achava linda!

Mas com o aumento da barriga fui me sentindo um pato, de pato passei a me achar um pinguim e por fim um barril, e isso porque engordei 14kg. E realmente não tinha mais pra onde crescer mais minha barriga no final da gravidez. A sensação que eu tinha era que ia explodir, para a minha altura de 1,61cm.

Devido ao calor que eu sentia e meus cabelos caíram muito, resolvi cortá-los mais curtos, na altura do queixo. Minha cabeleireira quase morreu quando cheguei lá pedindo pra cortar já que eles estavam na metade das costas, lindos, e loiros.

Mas, não me arrependo nenhum pouco!!! Eles curtos me deram bem menos trabalho para secá-los, e nada melhor que sentir renovada, com a auto estima lá em cima!

Foi a melhor coisa que fiz!!!!!

Assim, então resolvi criar esse post para passar as Dicas da Profissional da área de Make & Hair Lais Cinara, que está na área há 12 anos, começou desde os 17, mãe do Bernardo de 3 anos e a espera do príncipe Benício, que nasce a qualquer momento.

Cuidados com os cabelos na gravidez
Cuidados com os cabelos na gravidez

Perguntei a ela quais os cuidados que a grávida deve ter com os cabelos?

Lais: – Hoje em dia temos muitos produtos direcionados as gestantes, o que é proibido são as químicas a base de formol, ácidos e amônia que vão direto na absorção do couro cabeludo. Mas temos tintas, pó descolorante, hidratação que são liberados.

De quanto em quanto tempo é importante cortar os cabelos?

Lais: – Indicamos cortar as pontas. Fazer uma manutenção de corte de 3 em 3 meses para que fique sempre com aspecto saudável.

O que a grávida deve fazer em caso de quedas excessiva dos cabelos?

Lais: – Alimentação é muito importante na prevenção da queda do cabelos, existem vários diagnósticos diferentes pra saber o real motivo das quedas dos cabelos. Temos uma média considerada normal na queda diária dos fios, mas se tiver ocorrendo em excesso é bom procurar um profissional da área da saúde primeiramente, pois tanto pode ser um descontrole hormonal como um problema no couro cabeludo. Vitaminas A, C, D, Ferro e Zinco auxiliam na prevenção da queda, fortalece e ajuda no crescimento dos cabelos.

E aquelas gravidinhas que vão oficializar a união, qual a dica que você dá principalmente para aquelas que incham na gravidez?

Tudo depende do horário da cerimônia. Mulheres grávidas são lindas independente dos inchaços, ganhos de peso… Mesmo muitas vezes não achando isso… rsrs… Mas acho que um bom penteado e maquiagem, levanta a auto estima de qualquer mulher.

Qual o maior erro cometido durante a gestação nos cuidados com os cabelos?

Lais: – O maior erro é parar de cuidar dos fios na gestação por achar que não se pode fazer nada.

Muitos médicos liberam vários tipos de cuidados com os fios após os 3 meses de gestação, então hoje em dia não existe mais desculpa para as gravidinhas em parar de se cuidar, sei que ficamos mais cansadas mas a auto estima da mulher vale em qualquer situação.

Aproveitando sua experiência como maquiadora, qual a dica que você dá pra quem não tem muito tempo para se maquiar?

Lais: – Passar um blush rapidinho com um rímel, passar um gloss ou batom nos lábios já dar um ar saudável para o dia a dia e não requer tempo. É muito pratico e a grávida já estará linda! A gravidez já deixa a mulher com um semblante lindo, irradiante.

Quero agradecer imensamente essa querida mamãe por ter me dado essa entrevista e desejar uma boa hora, cheia de bênçãos e amor!!! E que ela volte aqui pra nos contar tudo sobre seu parto e podermos postar fotinhas do príncipe Benício!!!!

E pra finalizar a minha dica é:

Ande com uma pequena necessarie, nela as “make’s” que você usa, se está com pressa sem tempo, pode se maquiar dentro do carro enquanto seu esposo dirige, ou enquanto ele se arruma… A minha nunca faltam: pó, corretivo, lápis, rímel, blush e um batom cor de boca que vai com tudo e qualquer horário!

Se ame, se valorize, se sinta bem, independente do que os outros vão achar!

Espero que tenham gostado das dicas, e qualquer dúvida e troca de experiência deixe aqui seu recadinho!!!

Quem quiser conhecer o trabalho da Lais Cinara é só entrar lá no seu instagram @laishairmake

Um super beijo das mamães das “tri”e da mamãe dos príncipes 🙂 😉 =) *) ,)

Cinta no Pós Parto

Pode ou não usar cinta pós parto? Mais uma vez vou dar dicas para as gravidinhas, já que sei o quanto surgem dúvidas durante e pós a gravidez. E essa foi uma das minhas dúvidas!!!

Pois bem, alguns médicos são contra e outros a favor. Eu comprei e ganhei uma que amei!!!

Eu engordei 14 kg na minha gravidez trigemelar, e acreditem eu tenho 1,61cm, minha barriga ficou gigante, não tinha mais pra onde crescer. Antes de engravidar eu pesava 54.600kg e 3 dias após fui me pesar e já havia perdido 10kg no parto.

Na semana seguinte perdi mais 4kg, e 4 semanas após o parto fui me pesar e para  a minha surpresa eu estava pesando 49kg.

O que me levou a emagrecer tão rápido foram:

  • Dieta que tive que fazer zero lactose, devido as minhas bebês estarem com suspeita de alergia a lactose (durante dez dias). Graças a Deus, não foi!
  • Amamentação.
  • Alimentação com muitos vegetais e frutas desde a gravidez.
  • Ingestão de muita água desde a gravidez.
  • Zero frituras. Tudo feito em fritadeira elétrica.
  • Nada de doces na semana.
  • Cinta Pós Parto

Como já falei em outro post, a alimentação na gravidez saudável não só é importante para a grávida como para a formação do bebê. Assim, no pós parto fica mais fácil de perder peso e lógico já terá uma rotina de alimentação saudável, equilibrada.

Outro fator super importante que inclusive me ajudou com relação as dores que sentia pós parto, foi a cinta, eu usei fielmente 4 meses, depois passei a usar somente quando dormia.

Comecei a fazer uso da cinta 5 dias após a cirurgia.

Veja abaixo quais foram os tipos de cinta que usei:

Cinta calcinha
Eu usei no inicio essa calcinha além dela, por cima usava a cinta com velcro.

 

Cinta com Fechos
Essa cinta no início usei a tamanho M que peguei emprestada, quando consegui reduzir mais as medidas, passei a usar a cinta P.

 

Cinta com Velcro
Essa cinta usei por mais tempo, pois com velcro eu ia adequando a largura na minha cintura, já que fui perdendo medidas rapidamente e para dormir era super tranquilo com essa.

 

Só usar cintas acredito que não vai ajudar, como falei acima a amamentação além de ser SUPER IMPORTANTE para o seu bebê a mamãe perde peso.

A alimentação da mamãe além de ajudá-la a ter uma vida saudável, irá beneficiar seu bebê.

Espero que tenha ajudado!

Qualquer dúvida, conte comigo!!!

Um beijo 🙂

Dicas para diminuir o enjoo na gravidez

Eu tive muito enjoo na gravidez. E muitas pessoas sempre me perguntam o que eu fiz para amenizá-los. Mulheres que têm altos níveis do hormônio gonadotropina coriônicas (hcg) são mais propensas a ter enjôos, como as mulheres grávidas de múltiplos.

Mas ainda não existe relação consistente entre algum nível de hCG e enjoo, pois duas mulheres com o mesmo nível de hCG podem apresentar sintomas diferentes. Coisas da natureza. Outros fatores podem contribuir para o aumento do enjoo, como estresse, fadiga, maior produção de ácido estomacal o hormônio do hcg deixa o estômago mais preguiçoso.

A fase dos enjôos varia de mulher para mulher, mas em geral ocorre entre o final do segundo mês (semana 8) e o final do quinto mês lunar (semana 20). Também não é regra é uma estatística. Parei de ter enjoo depois do 4o mês de gestação.

No inicio meus enjôos eram até tranquilos, mas foram piorando, com o passar dos dias e aí foi quando comecei a buscar outras formas de aliviá-los já que os remédios não funcionavam mais!

Enjoo na gravidez

Então, aí vão as minhas dicas que usei e me ajudaram a amenizar meus enjôos:

  • Tomava muita água com gelo, tinha que está extremamente gelada, nunca em jejum.
  • Carregava biscoitos de água e sal sempre, e biscoitos de chocolates que ajudam a elevar a taxa de açúcar no sangue.
  • Comia pouco, assim não enchia muito o estômago e não dificultar ainda mais a digestão.
  • Comia de 3 em 3 horas.
  • Ingeria muita fruta, procurava comer uma por período.
  • Ingeri mais frango, ovos, esses que não afetavam meu paladar que estava extremamente exigente, já que havia enjoado de carne nesse período, mas que é EXTREMAMENTE IMPORTANTE A INGESTÃO DE CARNE NA GRAVIDEZ.
  • Sempre evitei frituras, sempre fiz uso de uma Fritadeira Elétrica (não usa óleo). Deixa os alimentos sequinhos e deliciosos!
  • Mastigava um chiclete, assim que acabava o açúcar jogava fora (preferia os mais indicados pelos dentistas).
  • Antes de escovar os dentes comia uma bolacha primeiro para depois escovar os dentes.
  • Fiz uso de uma pasta de dentes sem sabor recomendada pela minha dentista.
  • Procurei evitar fragrâncias exageradas.
  • Comidas com pouco temperos.
  • Alimentos leves, muitos legumes.
  • Roupas leves, frescas.

Querida mamãe, espero que minhas dicas ajudem a você, como me ajudou também a ter um dia mais tranquilo, pois sei o quanto é perturbador o enjoo e as ânsias de vômitos.

Beijos e ótima gestação!!! 🙂 🙂 😉

Fertilização In Vitro – A Minha História

Hoje vou contar a minha história. Algumas pessoas já vinham me perguntando como engravidei, muitas sabiam da minha dificuldade em engravidar. Mas, não sabem de fato sobre o meu tratamento.

Mas a verdade é que nunca me senti totalmente confortável em falar sobre o assunto com algumas pessoas, já que passei por preconceitos em torno da  FIV, e outras diziam que isso era coisa da minha cabeça era eu só relaxar que eu iria engravidar. Mas não foi bem por aí!!!!!

Meu sonho sempre foi ser mãe, independente se fosse casada ou não, nunca vi problemas em produção independente, já que sempre tive uma cabeça muito aberta em torno desse assunto.

Quando eu soube que eu teria complicações para engravidar eu era muito jovem… No auge da vida, nem me preocupei, já que eu sempre pensei em ter filhos depois dos 30.

Aos 32 anos o desejo foi aumentando cada vez mais…

Passamos um bom tempo tentando… Deixei de fazer uso do método contraceptivo, fiz tabelinha, baixei programinhas no celular para controle de ovulação e naaadaaaa.

Como eu estava numa fase de crescimento profissional, decidimos dar um tempo nos nossos planos.

Como muita gente me falava: – Quando você menos esperar ficará grávida.

Assim, eu confiava! Deixei as coisas rolarem…

Por várias vezes chorei no banheiro ao ter a confirmação do resultado negativo!

Chegou uma hora que eu já não aguentava mais contar só com a sorte já que a minha esperança estava abalada.

Decidimos procurar minha ginecologista e começar a fazer os exames necessários para o diagnóstico da causa da minha infertilidade.

E o resultado foi INFERTILIDADE POR CAUSA DESCONHECIDA.

Pior é nunca saber de fato o que causa a infertilidade, a incerteza é algo devastador!

E aí começou uma crise existencial… Eu questionei muitas vezes pra Deus, o porquê.

Quando via crianças na rua jogadas, passando fome, em situações difíceis, me doía muito, e aí vinha aquela pergunta: – Porque eu não posso engravidar????

Porque Deus, permite isso????

E porque eu não sei o meu motivo?

A história é longa, portanto, irei resumir…

Mas, saibam que eu sou prova viva de que Deus ouve todas as nossas indagações, sim, tenha certeza absoluta disso!

A seguinte frase carrego comigo:

O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. “

Por alguns momentos me senti menos mulher do que todas as mulheres, minha auto estima foi no chão.

Então, foi aí que demos início ao meu Tratamento para Engravidar.

Comecei pelo Uso do Indutor (Coito Programado), o qual fiz 3 tentativas todas frustradas e pior, meu folículo ao invés de crescer diminuía.

A cada tentativa uma expectativa… E mais uma frustração.

Já que meu folículo não estava respondendo a quantidade de hormônios ingeridas através do Indutor, meu médico especialista em Reprodução Humana me orientou a fazer a Fertilização In Vitro, o que aumentaria a minha chance em engravidar em 30 a 40%.

A inseminação no meu caso talvez não seria a mais indicada, por isso fomos logo para a fertilização in vitro.

Tive que refazer alguns exames e outros mais, e assim fui diagnosticada com Hipotiroidismo. Nesse momento tive que dar uma pausa no meu tratamento e dei início a reposição hormonal. Caso eu não conseguisse equilibrar a minha taxa hormonal colocaria em risco a possível gestação.

Essa pausa foi feita num período de 4 meses.

Logo após, fiz novos exames e tudo ok!

Então voltamos com muita esperança ao Tratamento, assim dando início a Fertilização In Vitro. Tudo foi indo muito bem, assim marcamos a nossa retirada dos folículos.

Após 5 dias fomos voltamos a clínica para a transferência dos embriões.

De acordo com as recomendações médicas, fiquei 2 dias de repouso pós implantação.

Tratamento para Engravidar

Aguardei 12 dias para fazer o Beta-Hcg e o RESULTADO FOI POSITIVO! 

Fertilização In Vitro

Fizemos o ultrassom 4 dias após o resultado do Beta e para a nossa surpresa existiam dois sacos gestacionais!!!!!!

Quer detalhes sobre a descoberta da Gestação Trigemelar??? Aguarde!!!!! Logo irei postá-la com todos os detalhes!!!!!!!

Sobre

Olá!!! Eu sou a Andréa, mãe das Trigêmeas Gabriela, Manuela e Rafaela. Trabalho com Gestão de Pessoas e sempre gostei muito de escrever! Meu esposo sabendo do amor pela escrita me deu a idéia de criar o blog já que muitas pessoas vinham me procurar em busca de informações sobre o meu tratamento para engravidar, e como fazemos no nosso dia a dia com trigêmeas. Portanto, seja bem vinda (o) ao nosso MUNDO TRIPLAMENTE ABENÇOADO, Trigêmeas da Andréa.

Utensílios e Produtos de Higiene para Bebês

Continuando a falar do Enxoval de Múltiplos, neste post, vou apresentar os Utensílios e produtos de Higiene que fiz uso com minhas bebês. Usei por várias vezes nelas que jamais tiveram qualquer tipo de alergias e reações.

São itens importantíssimos para o enxoval dos seus bebês!

  • Vamos começar pelas fraldas, as que uso são Pamper’s e Turma da Mônica, prefiro usar a Pamper’s a noite que deixam todas bem sequinhas e não tenho nenhuma preocupação com qualquer eventualidade;
  • Pomadas para assaduras, prefiro não fazer nenhuma indicação já que vai de pele pra pele;
  • Termômetro, eu uso muito o digital comprado nos Estados Unidos.
  • Sabonete líquidos ou barra, adooooroooo os da Natura, Granado, Turma da Mônica, Johnsons. Exatamente nessa ordem! Os sabonetes em barra costumam durar mais!!!
  • Após 5 meses comecei a usar talco e perfume: Talco da Granado somente uso nos pés no máximo nas coxas nas dobrinhas, para evitar as assaduras nesses locais e o chulezinho no pé;
  • Perfume comecei a passar nas tri a partir dos 5 meses que comecei e assim mesmo na roupa, e o que mais uso é o da Natura, eu adoro!
  • Hidratante de pele, já comecei a usar logo, o da Johnson’s para Recém Nascido. A época em que nasceram estava muito seco e a pele estava bem esticadinha até devido também ao sabonete, já que o glicerinado costuma a ressecar;
  • Shampoo Granado, Turma da Mônica e Johnson’s, esse eu usei a partir do quarto mês;
  • Algodão em rolo, rende mais e é mais econômico. Pica e coloca num potinho. No meu caso uso dois potinhos de vidro;
  • Garrafa térmica, uso a água morna tanto para fazer as mamadeiras quanto para limpar o bumbum das bebês. Uso da marca Alladin, que mantém a água quentinha por horas;
  • Uma bolsa ou lancheira térmica é muito útil, eu tenho uma da Puket que eu uso muito;
  • Lencinhos umedecidos adoro os da Pampers, Huggies e Jonhson’s;
  • Porta fraldas;
  • Lixeirinha;
  • Porta cotonetes;
  • Cotonetes;
  • Tesourinha para cortar unhas, uso a da Chicco. Excelente! Também pode ser um cortador;
  • Saboneteira;
  • Banheira com pezinho;
  • Frasqueira;
  • Kit de costura;
  • Pente;
  • Escova.

Então, é isso… Pra finalizar sempre que forem comprar façam pesquisas na internet, sempre acho muita coisa com preço mais acessível e entrega pontal, nos seguintes sites:

www.extra.com.br

www.wallmart.com.br

www.lojasamericanas.com.br

www.elo7.com.br

www.tricae.com.br

Comprei nesses sites, o que tornou a minha vida mais fácil e mais econômica! Espero que eu tenha te ajudado com a lista de utensílios e higiene para os bebês 🙂

Ótimas compras!!!! Beijossss da mamãe das tri 🙂 🙂 😉

Lista completa de Enxoval para bebês

Quando comecei a fazer o enxoval das minhas bebês, tive muitas dificuldades, já que são 3 bebês, e ainda nasceriam prematuras. Fazer enxoval para Múltiplos além de ficarmos perdidas pela quantidade, não sabemos de fato o que realmente nossos bebês irão usar. E já que o gasto é muito maior, temos que comprar com cautela e com maior margem de acerto 😉

Visitei vários sites e assim fazê-lo com segurança, mas a verdade foi que em nenhum encontrei informações ricas em detalhes os quais existiam muitas dúvidas e acabei tendo que fazer compras de última hora com minhas bebês já nascidas na UTIN.

O pior que todos que me davam dicas, sempre desencontravam as informações, cada pessoa falava uma coisa que não era pra comprar pois eu não iria usar, enquanto que outras falavam que era útil!

Um certo dia eu conversando com uma amiga ela teve a idéia de ligar para a tia dela que era avó de uma bebê prematura, e ela sabia ao certo todos os detalhes já que convivia muito com os pais e a bebê.

E olha, foi uma das melhores idéias!!!!

A dica foi:

Compre roupa de prematuro ou RN, pois eles nascem bem pequenos, e quando saem da UTIN perdem peso! Ficando assim menor do que já são!

Gente, foi de contra a tudo que ouvi, olha que conversei até com pessoas que se dizem entendidas do assunto!

Mas, a verdade é que elas USARAM MUITAS ROUPAS RN!

Cheguei sim a comprar roupinhas de prematuro, mas foram poucas, afinal uma das minhas bebês que nasceu com 1.600 kg, com 12 dias foi para o quarto no hospital, e chegou a ficar com 1.500 kg, perdeu em média 100gr em torno de 3 dias, o que era muito normal, já que dentro da barriga da mamãe eles não tem que fazer nenhum tipo de esforço para mamar, quando os bebês prematuros passam a mamar principalmente no peito, gastam muita energia, assim fazendo com que nossos pequenos percam calorias, outra coisa que faz perder também é o choro, sim, o choro! Eles não choram na barriga da mamãe, mas aqui fora, eles tem diversos motivos para chorar, fome, luz, calor, frio, cólicas.

Os médicos me deixaram tranquila de que seria normal isso ocorrer dentre 3 dias, passado isso, teríamos que ficar atentos caso não voltasse a ganhar peso!

Então, vamos lá… E já vou avisando que a lista é grande no caso de Múltiplos!!!!!!!! Então, voltando ao enxoval… 

Acabei indo comprar roupinhas de prematuro quando a Gabi estava conosco no quarto, já que na época em que nasceram as bebês, a noite é fria (inverno) e a roupa muito larga não aquece o bebê.

Então vamos lá, segue em detalhe como fiz o enxoval das minhas bebês:

  • Importante levar em consideração a época do ano e o peso do bebê quando nasce, portanto o conselho que dou: COMPRE ROUPAS RN SIM, NO CASO DO PREMATURO! MESMO QUE MUITA GENTE LHE FALE PARA NÃO COMPRAR. E mesmo que essas sejam poucas. As roupas RN eu usei até os 3 meses sendo as da Carter’s, de outras marcas depende da modelagem. Tudo depende muito de modelagem, mas vou levar em consideração a modelagem da Carter’s que é muito usada pelas mamães aqui no Brasil e no mundo. Minhas bebês são prematuras de 32 semanas e 6 dias, mesmo a última a sair ter ficado 51 dias na UTIN, o tamanho e peso ainda eram de Recém Nascido.
  • Muito importante, não compre sapatinhos e ou tênis até o tamanho 16, porque os bebês quase nunca param com sapatinhos no pé, exceto aqueles de lã, tecidos, etc… Os de couro eles tiram com a maior facilidade, sendo que mãe de múltiplos tem tanto trabalho, mas tanto trabalho, para se organizar, arrumar os bebês e sair de casa, que é bom evitar o estresse. Apesar de todo estresse mãe gosta dessas firulas, então se for comprar, compre apenas um.
  • Você pode substituir os sapatos por meias sapatilhas da Puket, que são lindas e vestem super bem! Ricas em apliques, detalhes que deixam o look dos bebês mais fofos ainda!!!! Tem todo tipo de modelo e cor, assim você pode comprar um cor de cada, no máximo duas, no caso de uma estar suja. Usei muito branca, rosa, amarela, vermelha e azul. Compre tamanhos de 0 a 4 e 5 a 8 inicialmente.
  • As meias básicas que geralmente usamos pra dormir, em lugares frios ou que esfriam a noite e pela manhã que é o caso de Brasília, as bebês usam muuuuiiiitooooooo!!!!!! Portanto, é legal ter no mínimo 4 pares, por bebê. Tem muita variedade de cor e modelinhos, pois tem com bichinhos, apliques, etc… Meias atoalhadas e ou de plush, somente comprar se realmente for muito frio onde mora, porque essas esquentam muito! Assim seu bebê ficará irritado com calor!!! Compre tamanhos de 0 a 4 e 5 a 8 inicialmente.
  • Sobre vestido (no caso meninas), eu usei bem pouco até por volta dos 4 meses, já que nossas saídas se resumiam em pediatra e casa dos avós. En†ão, vale a pena ter uns 3 por bebê. Perde muito rápido e geralmente são caros. Compre tamanho P inicialmente.
  • É interessante ter meias calças tamanho RN para bebês de 0 a 3 meses, para usar tanto os vestidos como saias e short’. Muitas vezes saímos de casa o clima está de uma forma e logo depois o tempo vira, e o clima é completamente diferente.
  • Outra coisa que comprei e valeu muito a pena, pois usaram bastante, foram shorts e blusas. Quando o clima está quente, e vamos passear na casa da vovó ou tomar banho de sol, colocamos uma roupinha fresca e que deixe nossos pequenos mais fofos ainda, então eu adorava colocar um short e uma bata, ou uma blusa pólo. E ainda faço isso! A marca TIP TOP, tem um sistema de ajuste no cós, que a cada engordadinha do seu bebê, você tem uma opção no elástico na parte interna do cós de tanto aumentar como diminuir! Olha só que bacana!!! Todos tamanhos P inicialmente.
  • Calças: Leggins, culotes, corsários… Usa muito!!! Principalmente que muitas vezes ocorrem acidentes, do tipo: fralda vazar xixi, na hora que estiver trocando bebê fazer xixi, gofo, vômitos, etc… Multiplique por 5 para cada bebê, levando em consideração o seguinte, uma calça pra cada dia até serem lavadas as roupas, que acredito que irá lavar pelo menos 2 vezes na semana! Deve comprar algumas RN e outras P.
  • Body de manga curta é a mesma coisa!!!! Irá usar muitoooooo é um dos itens que não pode faltar no Enxoval de Múltiplos. Então compre um pra cada dia da semana levando em consideração que acidentes acontecem, o bebê provavelmente irá tomar dois banhos por dia e a quantidade de bebês. Tamanhos RN, P e alguns M.
  • Body de manga longa, comprar somente se sua cidade fizer pelo menos um vento frio, caso não, então compre uns 3 só para eventualidades. Tamanhos RN, P e alguns M.
  • Os macacões, usei pouco, principalmente os de plush, porque esquentam muuuuuiiiitoooo, e são pouco práticos para as trocas da madrugada! Ficar abrindo os botõezinhos e fechando com os bebês algumas vezes chorando, é complicado! Eu aconselho a comprar uns 2 só pra ter e fazer uma firula, afinal os bebês ficam lindinhos de macacões!!!! Tamanhos P e M.
  • Outra coisa que me falaram que era besteira comprar foi casaco. Nossa acho que quem falou não tem menor noção de NADA! Pois, pra quem mora em lugar quente e que as vezes esfria de repente é o salva vidas!!!! É só colocar com a peça que já estava usando. Além de aquecer o bebê fica muuuuiiiitoooo charmosinho!!!!!!!! Eu tenho muito apego aos casaquinhos que minhas bebês usaram!!!!!!!! Compre uns 2, pra cada bebê. Os que eu comprei foram de linha, e malha, bem basiquinho. Tamanhos P e M.
  • Só compre calcinhas pra usar com os vestidos que você comprar. Alguns já até vem com as calcinhas. Isso é uma grande besteira ter muitas! É ter o que for necessário para combinar com os vestidos e umas duas brancas a mais, no caso de algum acidente. Tamanhos P e M. (indicação para enxoval meninas).
  • Compre pouco lacinho e ou faixas de cabelos, geralmente as pessoas dão muito lacinhos, faixas e sapatinhos! Ganhei muitos!!! E muitas mamães haviam me dito pra não comprar coisas desse tipo porque as pessoas sempre dão. (indicação para enxoval meninas).
  • Luvinhas e touquinhas também é bom comprar um pouquinho, gorrinho só uns 3, se for tri deve comprar pelo menos 6. E as luvinhas deve comprar o triplo, pois usa muito, já que protege o rostinho de possíveis arranhões.
  • Cueiros, irá usar muito, então compre 3 x a quantidade de filhos que irão nascer, isso no mínimo!
  • Fraldas de boca, são mega úteis e até hoje eu uso! Então compre pelo menos 5 por bebê.
  • Fraldas de tecido grandes também irá usar bastante, já que bebês prematuros quando mamam principalmente na mamadeira, deixam escapar leite pela lateral da boquinha. E muitas vezes chegavam a encharcar as fraldas com os leites no caso das minhas bebês. Eu tirava pelo menos 3 vezes ao dia elas para serem lavadas!
  • Toalhinhas pequenas, NÃO COMPRE, muito provável que irá ganhar e muitas bordadas! E irá usar mais pra frente, quando fizer introdução alimentar ou poderá fazer como eu, molhar, torcer e estender na cabeceira do berço para umidificar o ambiente.
  • Trocador, compre o maior que tiver e com uma espuma excelente! Pois, irá usar por muito tempo e seu bebê merece esse conforto!
  • Travesseiro, eu comprei e ainda uso para apoiar a cabeça das minhas bebês quando mamam a mamadeira. Também uso uma na cabeça no trocador para elevá-la já para evitar possível refluxo.
  • Kit de berço, eu comprei, o quarto ficou lindo!!!!!!!! Mas, por volta dos 5 meses tirei tuuuudoooo, na época era setembro e estava muito quente, e eles ajudavam a esquentar ainda mais os berços, além de eu não achar nenhuma vantagem nos mosquiteiros que por várias vezes escondeu as muriçocas que de madrugada presas dentro do berço faziam a festa nas minhas bebês, deixando os rosto todo cheio de picadas L pareciam cataporas!!!!!! Arranquei tudo e doei!!!!!!
  • Compre lençol que dê pra você trocar pelo menos uma vez por semana e conseguir lavar sem pressa. Eu comprei alguns e outros ganhei, acabei tendo muitos. Mas só ganhei porque minha mãe é costureira e ela fez alguns de presentes para as bebês. A quantidade ideal são 3 pra cada bebê, até porque acidentes acontecem: vômitos, diarreias, xixi…
  • É bom ter fronhas de travesseiros dos bebês avulso. Pelo menos umas duas.
  • Protetor de colchão impermeável é show!!!!! Evita passar o xixi, vômitos para o colchão. Esses são comprados avulso, legal ter dois pra cada berço.
  • Toalhas de banho o ideal é ter 3 por bebê, a mais recomendada são as feitas de fraldas. Ganhei umas que até hoje uso. A tia do meu esposo comprou a fralda nessas lojas de tecidos e pediu para uma costureira fazer colocar o viés, sendo duas para ficar mais encorpada e a toalha e secar perfeitamente o bebê, com o toque macio, suave e aconchegante.
  • Bolsa maternidade, compre uma tamanho médio, será o suficiente! Quanto maior, mais coisas irá carregar sem necessidade! Até porque é interessante ter outra bolsinha só para carregar as mamadeiras, leite, água fervida etc… E depois irá precisar de uma mochila, assim carregar brinquedinhos… E quase a casa!!!! Rsrsrsrs
  • Muito importante ter um trocador de bolsa, tem lugares que vai precisar usar, em quase todos pra falar a verdade!!!!!
  • É legal já ter alguns brinquedinhos de borracha, logo vocês poderão brincar na banheira, no berço, etc… É ótimo para desenvolver a coordenação motora inicialmente! Veja o post dos brinquedos de 0 a 6 meses. São super legais as dicas!
  • Se for fazer Chá de Bebê, não peça lencinhos umedecidos, deixe que as pessoas levem as fraldas e quem quiser lhe dará lencinhos além das fraldas. Geralmente você ganha essas coisas. Se não quiser esperar pela sorte, compre alguns pacotinhos, pois isso nunca é demais! Uma dica que dou é: Sempre pesquise na internet! Você consegue melhores preços e o benefício de receber em casa!!! No nosso caso, que cada minuto é valioso, Muito bom!!!!!
  • O que oriento a comprar são mantinhas em algodão com malha, são fresquinhas, por isso usa bastante. Mantém o bebê aquecido sem excesso de calor.
  • Edredom é usado no frio sem prejudicar a saúde dos bebês, sem causar nenhum tipo de alergia. Você consegue comprar apropriados para bebês, sendo pequenos e leves.
  • Os cobertores, são ideais para lugares muito frios e ou estações mais frias, porém devem ser os antialérgicos. E lavados de preferência quinzenalmente.
  • Cabides pequenos.

Nesse enxoval, indico comprar até o tamanho M, pois aos poucos você irá perceber o que é mais prático de ser usado, o que mais gosta de vestir nos seus bebês e levar em consideração o tamanho e peso de cada uma que irá variar. Então, deixe para comprar tamanho M e G depois, principalmente o G.

Importante lavar o enxoval quando estiver em torno de 26 semanas de gestação, nunca misture as coloridas com as brancas, as roupas novas soltam tintas.

Espero que eu tenha ajudado, e aguardo de vocês comentários e fotos das compras e montagem do quartinho do bebê, afinal esse momento é especial e sem dúvidas INESQUECÍVEL!

Ótimas compras! Esse momento é muito gostoso!!!

Beijos da mamãe das tri 🙂 🙂 😉

9 Dicas de alimentação saudável na gravidez

Neste post, vou falar sobre os 9 alimentos que ingeri na minha gravidez (incluo líquidos também) que aumentaram a minha disposição e que me proporcionou uma gestação saudável, rica em nutrientes e proteínas.

  1. Ovos: além das vitaminas, possuem mais de 12 vitaminas e minerais. Ingeria principalmente no café da manhã.
  2. Legumes e Verduras: são fontes de vitamina C, fibras, sais minerais e outros nutrientes essenciais, couve e brocólis ricos em ácido fólico. Todos os dias no almoço ingeria pelo menos 3 tipos de legumes/verduras.
  3. Ingestão de muito líquido: água, o que não gostava muito, passei a ingerir mais de 2 litros por dia sendo gelada!), suco de frutas e ou polpas. Sempre tomei água de manhã em jejum, uma pratica que ajuda a manter o peso, mas com os enjôos passei a tomar gelada o que me ajudava bastante, já que em jejum meu enjoo aumentava. Fiz dos sucos cítricos os meus maiores aliados, suco de laranja (Vitamina C), uva (ajuda aumentar a produção do leite) e limão (reduz os enjôos).
  4. Vitamina C: encontrada nas frutas como kiwi, laranja, morango, melão, melancia, mamão, abacaxi e nas hortaliça (brócolos, tomate, couve-flor). Eu comia pelo menos 2 a 3 tipos de frutas por dia, sendo uma no café da manhã, outra depois do almoço ou no lanche e por volta das 18h.
  5. Cálcio: encontrado em leites e derivados, porém fazia ingestão do leite Zero Lactose, ou desnatado. Na verdade o consumo foi porque eu tinha muito desejo de tomar leite, pois detesto leite! Como a ingestão faria bem aos bebês me favoreceu o meu “desejo de leite”.
  6. Carboidratos: fornecem energia para a mamãe e para o desenvolvimento do bebê. Os melhores são os integrais: arroz, pães, macarrão e cereais que são absorvidos mais lentamente e por isso saciam mais a mamãe e ajudam em casos de prisão de ventre o que foi o meu caso. Ingeri muitos alimentos integrais já que a minha prisão de ventre foi severa, e isso me ajudou no ganho de peso bem equilibrado.
  7. Proteínas: encontradas em carnes, feijão, leite e derivados. São responsáveis por construir, manter e renovar os tecidos de mamãe e bebê. Na gravidez nos 4 primeiros meses não consegui comer carne, mas ingeri muito frango, sentia desejo o tempo todo de comer de tudo que tinha frango. Especialistas dizem que o desejo no fundo é algum tipo de carência que a grávida está tendo ou está sentindo desde emocional ao físico.
  8. Ferro: carnes vermelhas, feijão (branco, preto e carioca), lentilha e grão-de-bico, beterraba. Após os 4 meses de enjôo de carne vermelha, consegui voltar a comer e claro estava fazendo uso de Composto Polivitamínico e Sulfato Ferroso, já que além de me abastecer tinha que abastecer 3 pessoinhas de nutrientes e vitaminas! 😉
  9. Peixes: atum, peixes e salmão, são ricos em gorduras boas que regulam a saúde do coração, ricos em ômega-3. O ideal é consumir duas vezes na semana, no máximo 3. Filé de Tilápia grelhada era o meu favorito, sempre que possível consumia com vegetais e arroz.

Alimentar-se de 3 em 3 horas é fundamental tanto para você e para o desenvolvimento e crescimento do seu bebê. Mães de múltiplos deve se recarregar de muitas vitaminas e nutrientes já que esses serão divididos entre todos.

A alimentação saudável favorece desde o bom funcionamento do organismo da mãe como a formação do bebê.

Portanto evite, refrigerantes, condimentados, excesso de açúcar, excesso de café, álcool, carnes cruas, ovos crus e saladas cruas feitas na rua.

Então, essas são as dicas que dou hoje pra vocês mamães se manterem saudáveis inclusive no pós parto!