Indutor de Ovulação

Indutores de ovulação são usados em mulheres que ovulam de maneira irregular ou que nem chegam a ovular, incluindo as portadoras da síndrome dos ovários policísticos.

A indução é feita quando o histórico médico de um casal mostra que a mulher não apresenta alterações anatômicas, como obstrução das trompas, e o homem tem sêmen normal (diagnosticado através de um espermograma).

Portanto, para se fazer o uso desses medicamentos é de total importância ter o diagnóstico completo através de exames e acompanhamento médico.

Na grande maioria das vezes apenas um óvulo é amadurecido e liberado a cada mês, em um dos ovários. Costuma ocorrer uma alternância, apesar de não obrigatória, entre os ovários. Ou seja, em um mês a ovulação ocorre do ovário direito; no mês seguinte, do esquerdo.

Algumas mulheres desenvolvem, por distúrbios hormonais, problemas de ovulação. E assim não ovulam todos os meses. Esta é uma das principais causas de subfertilidade, e a doença mais comum neste sentido é a Síndrome dos ovários policísticos (SOMP). Um dos principais sintomas deste distúrbio na ovulação é a irregularidade menstrual, não quer dizer que toda mulher que tenha esse distúrbio venha ser portadora dessa síndrome.

O princípio biológico por trás da indução de ovulação é simples: procura-se aumentar a quantidade no sangue do hormônio que estimula o crescimento e amadurecimento dos óvulos, que é o Hormônio Folículo- Estimulante (FSH).

Estas medicações fazem com que haja uma maior liberação endógena (dentro do próprio organismo) de FSH e LH, levando a uma estimulação do processo ovulatório.

Mas, aqui vai um alerta as Tentantes!

Clique aqui onde vocês vão ler depoimentos de pessoas que tomaram indutores por conta própria e não fizeram o acompanhamento com um médico especialista.

Sempre que há indução da ovulação, é possível que mais de um óvulo seja liberado. Isso eleva as chances de uma gravidez múltipla. Mulheres que tomam clomifeno têm 7% de probabilidade de ficar grávida de gêmeos e 0,5% de probabilidade de engravidar de trigêmeos. Nesses casos, os gêmeos não serão idênticos, porque terão sido originados por óvulos diferentes.

A variação das taxas de sucesso de gravidez é grande porque a fecundação depende de vários outros fatores, como o momento da relação sexual, a idade da mulher, seu peso, além da velocidade e da motilidade dos espermatozoides (sabe-se através do espermograma ou análise do sêmen onde avalia de uma só vez a quantidade e, de certa forma, a qualidade do espermatozoide para fertilizar um óvulo).

Os médicos sempre aconselham a tomar indutores somente após o casal fazer exames e os devidos acompanhamentos para o Coito Programado, quando não se é feito aumentam as chances de gestações múltiplas o que trazem riscos e complicações, podendo-se ter parto prematuro principalmente no caso de trigêmeos, quadrigêmeos e quíntuplos.

Mesmo em mulheres, as causas da infertilidade são diversas. Há mulheres que têm falhas fisiológicas ou anatômicas, ou até distúrbios hormonais (de tireóide, por exemplo) e nestes casos o Indux não é o medicamento mais indicado.

Além disso, o remédio pode causar aborto (em 19% dos casos tratados ocorreram), gravidez ectópica, parto prematuro ou, quando tomado inadvertidamente no começo da gravidez, anomalias no feto (que ocorrem em 7 de cada 8 fetos). Pode diminuir a produção de leite, é contra-indicado para mulheres com disfunções hepáticas e é um perigo para pacientes com cistos ovarianos (podem aumentar o tamanho dos mesmos) ou com carcinomas endometrial.

Outros problemas muito sérios estão sendo estudados e relatados em artigos científicos com certa freqüência: defeitos no tubo neural do feto e síndrome de Down. Além dos problemas para o feto, são relatadas inúmeras reações adversas relacionadas ao Clomifeno. Como todos já sabem, não se deve tomar nenhum remédio sem consulta e prescrição médicas. Qualquer medicação pode ter efeitos colaterais e pode não só não trazer qualquer benefício como também prejudicar o paciente.

Se tentou engravidar e não consegue há mais de um ano, procure um médico especialista em Reprodução Humana, o mesmo irá passar exames para dar andamento ao seu tratamento e fazê-lo adequadamente.

Cada caso é um caso.

Não coloque a sua saúde em risco e nem do seu futuro bebê.

“Afinal esse é o seu sonho, seu projeto de vida, e deve ser cuidado com muito amor e carinho!”

Preconceito em torno da Fertilização

Quando assumi para os familiares e amigos que eu não conseguia engravidar por uma infertilidade de causa desconhecida, enfrentei perguntas desnecessárias e inconvenientes, e até comentários preconceituosos em torno da Fertilização In Vitro, onde eu teria maior chance de uma gravidez.

Me recordo bem dos comentários:

– Mas como a causa é desconhecida??? Você tem que saber porque não engravida!!! Então é coisa da sua cabeça!

– Vocês vão adotar? – Eu sou contra… Eu ouço muita coisa ruim a respeito.

Ouvi também comentários preconceituosos em torno vindo de pessoas religiosas, que diziam que a Fertilização In Vitro era um procedimento abominado por Deus.

Então, eu estava preparada pra tudo, tanto para uma adoção como para qualquer tratamento que fosse!

Preparada não! Mas digamos, motivada!

E a cada absurdo que ouvi, me fortaleci mais e mais!!!

Agora me explica uma coisa, porque é abominada por Deus??? Isso está na bíblia??? Onde??? Não encontrei!

A Bíblia fala de casos emblemáticos, de mulheres que não podiam ter filhos.

7 mulheres na Bíblia que não podiam ter filhos:

Sara (Gn 11.30; 16.2), Rebeca (Gn 25.21), Raquel (Gn 29.13), Mãe de Sansão (Jz 13.24), Ana (1 Sm 1.6), Isabel (Lc 1.7).

Todas elas são testemunhas da graça divina, pois graças à própria oração, tiveram seus desejos alcançados.

No passado, a esterilidade era vista como uma maldição, hoje vista com olhos preconceituosos contra a medicina.

Não poder ter filho significava uma punição divina. Segundo a Bíblia, Deus deu filhos a essas mulheres…

Será que Deus através  da medicina não poderia permitir uma família gerar seus descendentes, assim uma casa cheia de amor e um Sonho Realizado?!

Portanto, o primeiro ensinamento bíblico passado através dessas histórias é que a mulher estéril não é abandonada por Deus mas igual a todas as outras, com uma única diferença… O desafio de buscar e acreditar que o seu Desejo mais íntimo será realizado, mediante a sua perseverança, determinação e fé.

Encontrei um site que fala sobre os motivos que levam uma tal crença religiosa a não concordar com a Fertilização In Vitro.

Isso me causou indignação, e acredito que quem escreveu não tem o menor conhecimento de causa e convivência com famílias abençoadas através da fertilização.

Veja as citações em torno da Fertilização de um site religioso:

“A Fertilização In Vitro foge à nossa noção consolidada de paternidade. A maneira tradicional de gerar bebês envolve a união física de um homem e de uma mulher. Já a FIV, mesmo na sua versão mais básica, envolve outras pessoas nesse ato de criação: médicos e técnicos que recolhem os óvulos e o esperma, os fertilizam em laboratório e os transferem para o corpo da mulher.

Será que pode-se julgar a paternidade de uma criança só por não ter havido o ATO SEXUAL??? O espermatozoide não é do próprio pai biológico?! E quem vai criar, educar e dar amor também não seria o próprio pai?! 

“A Fertilização In Vitro reduz mulheres e crianças a objetos. As mulheres são tratadas como meios para “se obter” uma criança, e não como pessoas integrais. E a criança é tratada como “um produto” a ser conseguido. Porque ainda há tanto preconceito em torno de DE UMA MULHER EM REALIZAR O SONHO DA MATERNIDADE, com o coração cheio de amor e esperança. “

Como esse site falar sobre a forma que essas mulheres e crianças são tratadas como objeto???

Todo tratamento de Reprodução Humana é tratado de forma séria do início até o nascimento dos bebês. Assim foi na clínica a qual fiz o meu tratamento.

Meus médicos tiveram total zelo por mim e família.

No nascimento das minhas filhas os médicos foram agradecendo a Deus o milagre da Vida e abençoando, foi lindo! Me emocionei e ainda me emociono quando lembro!!!

Tivemos ao nosso lado profissionais extremamente competentes e voltados para a realização do meu Sonho. Infelizmente, algumas pessoas podem não ter tido a mesma experiência que a minha, mas o fato é que não aceito tal discriminação e preconceito em torno de um assunto principalmente quando quem trata não tem o real conhecimento de causa e nem sabe ao certo o que é uma mulher desejar carregar em seu ventre seu filho, gerando dia após dia…

Sentir seu coração bater, e mexer sempre que o papai e a mamãe passa a mão no ventre…

Logo poder amamentá-lo. Tamanha emoção que uma mãe vive durante a gestação que o ato sexual não tanta importância nesse sentindo, já que a união e o amor do casal está acima de tudo isso!

Aqui deixo um registro.

E dizer que, acima de tudo isso existe um amor incrivelmente lindo dentro de mim e que Deus me proporcionou a mais pura e verdadeira felicidade do Dom da Vida.

E se você que está lendo esse post,  não acredita em Deus, tenha fé em você, ou na Vida.

Acredite! Tenha a esperança sustentada pela motivação e determinação de construir uma família prospera.

Vivencie a experiência da maternidade de olhos fechados, sinta-se já uma mãe cheia de amor, sinta seu coração já cheio de felicidade, com o resultado positivo.

Porque foi assim que mentalizei no período do meu tratamento.

Voltada para o resultado positivo, e o recebimento dos meus Presentes de Deus.

Ser mãe é uma dádiva sublime, uma fonte inesgotável de amor, portanto, comece já a ser essa fonte.

Exames para Tratamento de Reprodução Humana

Quando decidimos investigar a causa de não conseguirmos ter um filho, não sabíamos o que estava por vir… Assim, começamos a fazer os Exames para o Tratamento de Reprodução Humana.

A caminhada foi longa… Então, tudo começou quando fui a consulta de rotina na minha ginecologista.

Na consulta ela me orientou a procurar um especialista e fazer os Exames para o Tratamento de Reprodução humana, já que no meu caso já havia feito tabelinha de controle de fertilidade e não fazia uso de nenhum método contraceptivo há anos.

Comecei meu tratamento de Reprodução Humana com o Dr Vinícius Lopes na Clinica Verhum, especializada em Reprodução Humana aqui em Brasília.

Continue lendo Exames para Tratamento de Reprodução Humana